Teria sido desvendado o mistério do míssil de Los Angeles? Provável relatório russo diz que sim

Posted on 12/11/2010

4



Encontrei esta reportagem no site beforeitsnews.com, o qual alega que um relatório que está circulando no Kremlin explica o agora famoso míssil que foi lançado da costa da California no último dia 9 de novembro.

Novamente devo justificar o fato desta reportagem estar aqui neste blog, o qual trata de assuntos relacionados à possibilidade de vida extraterrestre, OVNIs e coisas do gênero.  Primeiramente mencionamos sobre o míssil, pois seu avistamento tratava de um OVNI no puro sentido da palavra, ou seja: houve o avistamento, porém não se podia identificar exatamente do que se tratava.

Agora, para concluir o caso sinto que devo colocar aqui qualquer informação pertinente, que seja relevante à explicação deste mistério.

Assim, vamos à tradução da reportagem:

Ataque de EMP (ElectroMagnetic Pulse – Pulso Eletromagnético) Estimula os EUA a Atacar com Míssil, Após Navio de Cruzeiro Ser Avariado
Por: Sorcha Faal
 

Um novo relatório circulando no Kremlin hoje, preparado para o Primeiro Ministro Putin pelo Diretor Anatoly Perminov da Agência Espacial Federal Russa (Russian Federal Space Agency), declarou que um satélite militar Arkon-1 que estava monitorando as regiões da costa oeste da América do Norte detectou um “evento anômalo de EMP” (Pulso Eletromagnético), que ocorreu no dia 8 de novembro às 06h00, horário padrão da costa do Pacífico dos EUA (GMT -8h), que continha a “assinatura” de um míssil subsônico antí-navio YJ-62 lançado de um submarino Tipo 041 da Marinha Chinesa (codenome da OTAN Yuan-Class) [segunda foto de cima para baixo], que estava patrulhando a aproximadamente 200 km da costa dos Estados Unidos.

Este relatório diz que aproximadamente 11 horas após o evento Eletromagnético,  o satélite Arkon-1 detectou o lançamento de um míssil subsônico de cruzeiro BGM-109 (Tomahawk) de um submarino Ohio-Class da Marinha dos EUA, que estava operando na costa da Califórnia em uma missão de treinamento, de seu “porto lar”, localizado na Base Kitsap do estado de Washington, e estava em rota para a maior base naval estadunidense da costa oeste dos EUA, em San Diego, Califórnia.

Nota: Um adendo a este relatório do serviço de inteligência militar russo declara que a missão de treinamento do submarino do submarino Ohio-Class estava relacionada à nova lei estadunidense que passou este ano permitindo pela primeira vez na história, mulheres servirem em submarinos da marinha daquele país, e este era um exercício operacional para testar a competência de mulheres oficiais da marinha, antes de seu primeiro posicionamento operacional.

O efeito imediato do disparo do míssil EMP da marinha chinesa foi a debilitação catastrófica de um navio de cruzeiro de bandeira estadunidense, o Carnival Splendor [terceira foto], que ficou à encalhado com 4.500 passageiros e sua tripulação à bordo, incitando os norte americanos a enviar o porta-aviões USN Ronald Reagan, aviões de guerra e navios de suprimento para proteger o navio de cruzeiro de maiores ataques depois que todos os seus sistemas eletrônicos foram destruídos.

Um pulso eletromagnético, como o que foi usado para debilitar o Carnival Splendor, é uma explosão de radiação eletromagnética que causa campos elétricos de rápida mudança, que, quando unidos com sistemas elétr0eletrônicos produzem uma corrente danificadora e picos de voltagem que destroem todos os sistemas elétricos sem blindagem.

O Centro de Batalha de Superfície da Marinha dos EUA (NSWC) tinha anteriormente alertado que os navios estadunidenses eram vulneráveis a tais ataques, inclusive com o chefe do Grupo de Avaliação EMP declarando que as consequências de não se tomar as devidas precauções para proteger os sistemas de missão crítica da frota poderiam ser catastróficos para a missão da marinha.

O relatório diz que os propósitos deste ataque EMP chinês sobre um navio estadunidense, eram dois: 1) testar se o armamento EMP, em caso de uma guerra contra os EUA, seria eficaz contra a frota naval e força de fuzileiros operando na Califórnia e na costa oeste daquele país, e 2) testar o tempo de resposta para as medidas de retaliação dos norte americanos contra qualquer navio de guerra chinês que atacasse os EUA e seus interesses no Pacífico.

Ainda o relatório declara que o momento deste ataque foi calculado ainda de modo mais crucial, devido ao fato de testarem o tempo de reação dos EUA quando seu presidente, que é o Comandante Chefe de todas as Forças Armadas estadunidenses, estava fora estava fora do pais, na Índia.

A reação dos EUA foi de aproximadamente 11 horas entre o ataque EMP sobre o Canival Splendor e o contra-ataque. O relatório prossegue virtualmente assegurando que o submarino chinês responsável pelo ataque escapou, mas apontou que foi intencional por parte dos estadunidenses, para não aumentar a crise.

A razão geo-política para a China comunista atacar os EUA poucos dias antes da reunião de cúpula do G-20 na Coréia do Sul, em que ambos os presidentes Hu e Obama estarão participando, foi devido aos Estados Unidos terem, em essência, declarado total guerra econômica ao resto do mundo quando imprimiu quase 1 trilhão de dólares para monetizar sua dívida e a China alertou:

“Se os Estados Unidos podem aumentar o volume de dólares e pode transmitir a inflação para outros países, para assim diminuir a pressão da dívida, então eles trarão uma influência catastrófica ao mundo”…

——

A reportagem prossegue com tom mais político, o que não é o foco deste blog.

Não sabemos se este relatório é verídico, ou não.  Parece ser algo totalmente fabricado, contudo, ele realmente encaixa os eventos dos últimos dias de forma até um tanto interessante.

De qualquer forma, independentemente do que os oficiais do Pentágono possam ter dito, uma coisa pode-se afirmar com segurança: o que ocorreu na costa de Los Angeles no dia 9 de novembro foi realmente o lançamento de um míssil.

O comportamento do objeto não tinha similaridade alguma com o vôo de uma aeronave, seja qual for o tipo.  E isto não sou só eu que estou dizendo. Muitos conhecidos meus, inclusive alguns militares, afirmam que o que foi filmando só pode ter sido um míssil.

Assim, salvo haja mais alguma notícia relevante a este caso, o blog OVNI Hoje retorna ao seu “modo normal” de operação, divulgando notícias relevantes ao seu campo de ação.

 

NÃO ESQUEÇA DE VISITAR NOSSA PÁGINA PRINCIPAL: OVNIHOJE.COM

n3m3

Anúncios
Posted in: Fotos, Notícias, Opinião